Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Regional Nordeste III

NASCE A CÁRITAS BRASILEIRA

Entidade criada para articular as ações sociais da igreja católica e coordenar o programa estadunidense de distribuição de alimentos no Brasil. Acentua-se no país a politica nacionalista e crescem os movimentos sociais.

Dois fatos estimularam a fundação da Cáritas no Brasil, em 1956, e na maioria dos países latino-americanos: O exemplo dos Estados europeus que implementavam coordenações nacionais da Cáritas, como na Alemanha, Suíça, França, Itália; o programa de alimentos do governo estadunidense.

Dom Helder Câmara, então secretário-geral da CNBB- Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil, inicia a organização da Cáritas Brasileira. A entidade nasce com os objetivos de “articular, em plano nacional, todas as obras sociais católicas ou de inspiração católica; e planejar, executar e fiscalizar a distribuição dos donativos do povo norte americano ao povo brasileiro, através da CNBB”, conforme documentos oficiais.

Após a Segunda Guerra, houve um excedente de produtos agrícolas nos EUA. Para não baixar o preço das mercadorias, o país chegou a queimar literalmente seus estoques. A partir da Lei Pública 480, chamada de “Alimentos para a Paz”, o governo estadunidense define um programa de distribuição de alimentos para o mundo, em particular para a América Latina. A gestão desses programas foi assumida por igrejas, não apenas católica.

NACIONALISMO E REFORMA DE BASE

No Brasil, o cenário politico estava marcado por tensões. Em 1950, Getúlio Vargas volta a assumir o poder federal, agora como presidente da República. Com uma politica nacionalista, Vargas ampliou a intervenção do Estado na economia, investiu em estatais – destaque para a criação da Petrobras -, além de triplicar o salário mínimo, fortalecendo o mercado interno. Por diversas vezes, houve tentativa de golpe contra ele, o que poderia inclusive comprometer a transição para Juscelino Kubistschcek.

A parir de 1955, JK aprofunda a politica desenvolvimentista, culminando com a criação de Brasília (1960). Crescem no país movimentos reivindicatórios por reformas de bases, o que gera um receio internacional. Segundo Ivo Poletto, assessor da Cáritas e organizador do livro” Cáritas Brasileira:50 anos promovendo solidariedade” (coleção Estudos da CNBB,nº 92), aos EUA interessava firmar relação politica com o que eles consideravam a sociedade ocidental e crista, autodeterminada defensora da liberdade em contraposição ao socialismo.

Neste contexto surge a Cáritas. A partir do fim de 1957 o trabalho de distribuição de alimentos começa a ser desenvolvido em todas as regiões do Brasil por meio de dioceses e paróquias. São criados os primeiros escritórios regionais.

Nesse cenário politico sócio cultural é organizado em 30 de maio de 1988 o Regional Nordeste 3, constituído pelos estados da Bahia e Sergipe, composto por 23 entidades membro.

Fonte: arquivo da Cáritas Brasileira

Seja um Doador

Somos Nordeste 3 – Somos Cáritas

Faça parte dessa rede
Faça parte desta Rede

Redes Sociais

Prestação de Contas

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.

Contato

Cáritas Regional Nordeste 3
Rua Emília Couto, Nº 270 B - Brotas
CEP 40.285-030


Salvador/Bahia
+55 (71) 3357-1667

caritasne3@caritas.org.br